A privatização

Vamos brincar de destruir imagens negativas criadas na sua cabeça? Privatização é um palavrão hoje em dia, porém é ótimo caminho para levar um país rumo à melhor qualidade de vida e aproveitamento de recursos. Uma empresa publica é falha por muitos motivos, entre os quais o que mais me incomoda é o fato de que a empresa, seus dirigentes e funcionários não são punidos por suas falhas, caso a má administração da empresa culmine em prejuízo a união garante a manutenção do déficit para manter a empresa, ou seja, o cidadão paga pelo prejuízo de uma empresa mal gerida e com serviço de qualidade duvidosa. O setor privado preza por eficiência, se um diretor de uma empresa privada ou gerente de empresa toma uma decisão equivocada, logo este será substituído, um funcionário publico dificilmente é demitido e tampouco progride em sua carreira se demonstrar demasiada eficiência, enfim, nada o motiva a realizar um serviço buscando produtividade.

Já no setor privado um funcionário deve se especializar, ser eficiente, buscar  melhorar e bater metas, caso contrario será demitido. Se uma empresa publica presta um serviço de má qualidade não há praticamente nada que o cidadão possa fazer, diferente de uma empresa privada que pode pagar caro por seus serviços mal prestados.

A empresa privada tem um ou mais donos que estão de olho em seu investimento e prontos a extirpar qualquer tipo de corrupção, a empresa publica tem uma fiscalização falha lenta e abre brechas gigantes para que gestores mal intencionados roubem o patrimônio, aliás, dizem as más línguas que certa empreiteira publica da minha cidade deveria passar por um pente fino.

Os únicos que defendem empresas públicas são pessoas desinformadas o suficiente para não saber como as mesmas trabalham ou políticos corruptos que vêem nelas as oportunidades para cometer seus delitos. Sei que a parte da população que deveria ler este artigo, o brasileiro médio que elege e é responsável pela manutenção da economia não tem ou pior não se interessa em ler textos como este, a opinião dos políticos e seus cupinchas já está pronta na mídia, é só assistir, de certa vez escrevi um texto afirmando que muitos não tem senso critico porque pensar dói, para um pouco e analise, se estatais fossem assim tão benéficas Cuba, Venezuela, e Coréia Do Norte seriam exemplos de qualidade de vida, não se enganem meus caros.

Como exemplo prático vou citar a Vale do Rio Doce, que até a data de sua privatização empregava onze mil pessoas e gerava um débito de bilhões anualmente, com a iniciativa privada hoje a Vale emprega cem mil pessoas e os impostos geram lucros para o pais, existem muitos outros exemplos bons, o difícil é achar o contrário.

Talvez a privatização seja a maneira mais rápida de cortar gastos na administração atual e evitar que a crise em nosso pais se agrave, pois com menos dinheiro sendo sugados pelas estatais, vai sobrar mais para cobrir os rombos causados pela má gestão.

Anúncios