Homofobia

mais uma vez estou aqui porque 140 caracteres não permitem expressar ao todo meu pensamento, desde que passei a usar o Twitter eu tenho percebido que o mundo anda muito polarizado, ou é isso ou é aquilo e devo admitir também já fui assim e para meu bem a vida me deu experiências que me tornaram mais paciente e capaz de perceber os vários tons de cinza da realidade fática.

No dia de ontem 17/05/2017 dia mundial do combate a homofobia ou algo assim, um perfil no Twitter fez uma publicação falando sobre casos de violência contra gays em uma conotação que claramente era em desfavor de tal dia comemorativo (existem poucos casos ou casso contra héteros são em maior numero), prontamente respondi com estas exatas palavras:”Acho que o problema é a violência não homofobia, se tem algo democrático no nosso país é a violência, todos sofrem.”

Enxurrada de xingamentos coming burro, homofóbico, preconceituoso, machista (?) e etc, virei tudo isso, ahh é nojento também (vlw Fe), a internet permite que nos comuniquemos mas dificilmente permite que entendamos o que está sendo escrito então vamos lá: A violência é algo corriqueiro em nosso país e eu sou opositor a violência contra qualquer ser humano, se você pertence a família sapiens então está sob meu guarda chuva, é noiz, para se ter uma ideia no nosso Brasil veranil morre mais gente do que na guerra da  Síriaou seja é mais seguro morar em um país em guerra do que no Braza, exagero? talvez, mas isso que não contamos casos de: violência domestica, assaltos, furtos, estupros, sequestros e por aí vai, nosso problema é a violência sim.

Neste paragrafo vou fazer um esclarecimento, como Liberal acredito que exitem duas coisas invioláveis, a sua propriedade e a sua liberdade, propriedade não engloba apenas aquilo que você compra, seu corpo e sua vida são suas propriedades. A liberdade é algo óbvio, desde que sua propriedade não invada a liberdade e propriedade de outrem, viva como quiser.

esclarecidos os termos que vou utilizar vamos começar. A violência é uma agressão à propriedade ou liberdade, porém nem todo ato homofóbico agride estas duas ou qualquer uma delas, simplesmente porquê as pessoas tem o direito constitucional de não gostar ou de falar mal da homossexualidade nos termos do artigo XIX da Declaração Universal dos Direitos Humanos:“Todo ser humano tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e ideias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras”.

E nos termos da nossa Constituição Federal também, conforme artigo V: “IV – é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

VIII – ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;”

E tem o artigo 220 também pesquisa lá, o ponto amiguinho é: quem não é gay tem direito de não gostar e de falar mal ou bem da homossexualidade e vice versa, o que não pode e eu condeno é restrição de direitos “Eu acho que gays não deveriam se beijar em publico” pau no seu cú, a demostração de afeto é um direito garantido a todos sem restrição. “Eu acho que gays não deveram se casar” dois paus no seu cú, mais uma vez a CF garante direitos iguais e se o hétero tem direito a se casar civilmente assim deve ser para o gay também, “Gays não deveriam adotar crianças”, OK, dois paus no seu cú e um na sua boca, quantas crianças de rua você já adotou mesmo? é legal esse argumento porque geralmente vem da mesma pessoa que pede penas de prisão para o dimenor ladrãozinho que fica na praça (aguarde texto sobre isso), “Minha crença diz que gays vão para o inferno”, OK, se bem que todas as pessoas maneiras vão estar lá também. “Hétero só serve pra fazer mais gays” Não deixa de ser verdade, meia verdade mas OK. “Xô hétero” se for só no sentido figurado OK. “Que Hétero mais burro” OK.

Perceberam a diferença? “ain mas você nunca foi agredido por ser homem ou hétero seu machista”. Se for pela linha de pensamento de alguns no Twitter eu fui sim, verbalmente, mas isso para mim não importa. Se for pela violência que eu acredito, restrição de direitos, liberdade ou propriedade realmente nunca fui vitima de agressão por ser homem e hétero, mas posso sofrer agressão por qualquer outro motivo: Por ser palmeirense, por ser ateu, por uma discussão no transito, são vários os motivos que uma pessoas pode sofrer violência eu não separo (via de regra) as pessoas em caixinhas eu penso na homogeneidade, na proteção do individuo e no combate a violência (nossa 11 vezes já) em qualquer âmbito não importa quem você seja.

Portanto jovens coloquem isso na cabeça de vocês, ninguém é obrigado a gostar da gente, assim como você não é obrigado a gostar de ninguém, opiniões e ofensas todo mundo vai receber ao longo da vida e como tu pretendes se dizer pessoa madura se não aguenta ouvir uma ofensa e seguir em frente? agora se alguém restringir sua liberdade ou propriedade busque a policia ou um advogado.

 

 

Pablo Victor Arceles.

PS.:Faz tempo que escrevo nesta pocilga mas ninguém lê, mesmo que for pra xingar manda um comentário aê pá noiz, e acompanhe se quiser ler sobre o dia em que eu fui numa boate gay.